Blog

HomeSaiu na mídiaPreço do elevador e taxa de serviços pressionam custo da construção

Preço do elevador e taxa de serviços pressionam custo da construção

O INCC-M (Índice Nacional de Custo da Construção) registrou, em fevereiro, taxa de variação de 0,44%, abaixo do resultado do mês anterior, de 0,7%. No ano, o índice acumula variação de 1,14% e, nos últimos 12 meses, a taxa registrada é de 8%.

O preço do elevador (1,19%) e a taxa de serviços (3,02%) pressionaram o custo da construção. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,68%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,37%.

Já em relação à mão de obra, o salário do servente (0,39%) foi o que mais pesou em fevereiro. O índice referente à Mão de Obra variou 0,22%. No mês anterior, a variação registrada foi de 1%.

Segmentos

O índice correspondente a Materiais e Equipamentos, sem considerar os serviços, registrou variação de 0,59%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,33%. Dois dos quatro subgrupos componentes apresentaram acréscimo em suas taxas de variação, destacando-se materiais para instalação, cuja taxa passou de -0,06% para 1,06%.

A parcela relativa a Serviços passou de uma taxa de 0,52% em janeiro, para 1,05% em fevereiro. Neste grupo, vale destacar a aceleração do subgrupo refeição pronta no local de trabalho, cuja variação passou de 0,32% para 1,53%.

O grupo Mão de Obra registrou variação de 0,22%, em fevereiro. No mês anterior, a variação foi 1,00%. A desaceleração foi consequência do fim do dissídio em Belo Horizonte.
Capitais

Seis capitais apresentaram aceleração em suas taxas de variação: Salvador, Brasília, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo. Em contrapartida, Belo Horizonte registrou desaceleração.

Fonte: R7

Written by

The author didnt add any Information to his profile yet

Leave a Comment